CES SUMMER SCHOOL

Período

Ano

Localização

21 a 25 de Março

2022

Caldas da Rainha

Edição

Partilhe

I

  • Preto Ícone Instagram
  • Facebook

O mapeamento cultural como metodologia e paradigma detém um poder tremendo para criar condições para a mudança, reunindo as comunidades de novas formas para cocriar novos conhecimentos e compreensão. No seu núcleo, o mapeamento cultural visa tornar visíveis as formas como os bens culturais locais, histórias, práticas, relações, memórias e rituais constituem lugares como locais significativos, ao mesmo tempo que traz um leque diversificado de intervenientes para a conversa sobre as dimensões e potenciais culturais de um lugar. Com a conceção de projetos de mapeamento cultural estreitamente ligados às necessidades, questões e aspirações locais, as práticas de mapeamento cultural variam muito e o campo é caracterizado por um elevado grau de experimentação. As suas perspetivas, técnicas e processos interdisciplinares enfatizam abordagens participativas, que requerem uma ética de cuidado com as comunidades envolvidas nestes projetos.

 

Esta escola intensiva de Verão de 5 dias oferece uma oportunidade única de aprender a conceber e conduzir projetos de cartografia cultural, permitindo aos participantes aumentar os seus conhecimentos sobre abordagens e processos de cartografia cultural, adquirir competências na aplicação prática de técnicas de cartografia cultural, examinar a ética dos cuidados neste trabalho comunitário e explorar como ligar as descobertas ao turismo cultural/criativo e à política de desenvolvimento local. Esta é uma oportunidade única de aprender com académicos e profissionais internacionalmente aclamados.

 

A escola de Verão incluirá visitas diárias, seminários de aprendizagem e workshops práticos, nos quais os participantes aprenderão e participarão ativamente em projetos de cartografia cultural, ao mesmo tempo que abordarão questões específicas da vida real do desenvolvimento local. As abordagens de mapeamento cultural irão abordar bens e recursos culturais, tanto tangíveis como intangíveis, património e história, e narrativas vivas e vozes da comunidade e do lugar. As áreas de aplicação a serem discutidas na escola de Verão incluem: turismo cultural e criativo baseado na comunidade, planeamento cultural, planeamento territorial e estratégico local e mudança social envolvida no trabalho com as comunidades.

 

Os exercícios de mapeamento irão examinar, discutir e trazer novas ideias às atividades de desenvolvimento existentes com o objetivo de atrair e sustentar uma massa crítica cultural e criativa local em Caldas da Rainha. Ligado a isto, o trabalho ligará estas iniciativas a questões mais amplas de desenvolvimento local, à designação de Cidade Criativa da UNESCO e ao fomento do turismo cultural e criativo no município.

 

Esta CES Summer School terá lugar em Caldas da Rainha, uma Cidade Criativa de Artesanato e Artes Folclóricas da UNESCO, um Art Nouveau e uma rica história artística, além de um animado cenário artístico contemporâneo. O curso terá vários resultados tangíveis e culminará numa apresentação pública artística dos resultados à população local com curadoria dos participantes em colaboração com os SILOS Contentor Criativo e Associação Destino Caldas.

Mais informações e inscrições: https://ces.uc.pt/summerwinterschools/?lang=1&id=28189